Daniel Braga Lourenço

Publicado em 13 de dezembro de 2018.


Professor do Mestrado em Direito da UniFG torna-se membro do Oxford Centre for Animal Ethics

O Prof. Dr. Daniel Braga, docente do Programa de Pós-Graduação em Direito do Centro Universitário UniFG (PPGD/ UniFG), foi nomeado como membro do Centro de Oxford de Ética Animal da Universidade britânica de Oxford (Oxford Centre for Animal Ethics), o principal centro de pesquisa do mundo dedicado à ética aplicada aos animais.

Na UniFG, Braga coordena o grupo de estudo e pesquisa ANDIRA – Antilaboratório de Ética Animal, vinculado ao PPGD. O grupo tem por objetivo a investigação crítica sobre as relações turbulentas travadas entre homem-natureza/homem-animal, desempenhando pesquisa interdisciplinar concentrada na área da Ética Aplicada aos Animais e à Natureza, além das atividades de extensão envolvendo ética e direito.

No contexto das contribuições para a área, Braga tornou-se uma das referências no meio acadêmico com a publicação de livros e artigos sobre o tema. Em 2008, o docente publicou o livro “Direito dos Animais: Fundamentação e novas perspectivas”, uma das primeiras obras no país a pensar a redesignação do estatuto moral e jurídico dos animais, um trabalho de resistência e de provocação ao debate. Como advogado, Braga propôs algumas ações judiciais polêmicas, dentre as quais, a objeção de consciência para uma aluna de biologia que não concordava em participar das aulas que utilizavam animais vivos para fins experimentais.

Para o professor, o campo de estudos na área da ética animal é amplo e desafiador, mas aberto a receber futuros pesquisadores dispostos a enfrentar cotidianamente inúmeras adversidades. “A pesquisa deve refletir um interesse genuíno por parte do pesquisador, no sentido de se apresentar não só como um desafio científico, mas como uma paixão, algo que nos move internamente. Nesse sentido, as leituras constantes e o convívio com outros pesquisadores são fundamentais para construir o objeto de pesquisa e mantê-lo sempre vivo”, afirma Braga.

Oxford Centre for Animal Ethics – O Centro de Oxford de Ética Animal foi fundado na Inglaterra por Andrew Linzey, membro da Faculdade de Teologia da Universidade de Oxford. O grupo de Oxford sempre foi um grupo atuante e destacado na área da ética animal. Em 1971 foi publicada uma das primeiras obras modernas sobre o tema intitulada “Animals, Men and Morals”, organizada por Roslind e Stanley Godlovitch. Os participantes são escolhidos entre pesquisadores no mundo inteiro que tenham uma atuação destacada na área da ética animal. O ingresso se dá exclusivamente por meio de nomeação por um dos membros e consequente análise pelo Centro da produção acadêmica do candidato.