Profa. Mirelle Pignata desenvolve trabalho com a metodologia ativa POGIL

Publicado em 7 de abril de 2020.


A Profa. Mirelle Pignata, do curso de Farmácia da UniFG, vem desenvolvendo com suas turmas a metodologia ativa POGIL – Processo de Aprendizagem Orientada por Inquérito Guiado. O método foi desenvolvido em 1994 pelos professores Franklin e Marshall, da Universidade de Nova York, para o ensino da química geral.

A abordagem do conteúdo em sala por meio do POGIL permite ao aluno desenvolver o domínio do conteúdo através da construção do seu próprio entendimento, além de desenvolver e melhorar habilidades importantes de aprendizado, como processamento de informações, comunicação, pensamento crítico, resolução de problemas, metacognição e avaliação. Esta metodologia possibilita o trabalho em equipes, onde os alunos recebem funções específicas e o professor atua como facilitador do aprendizado.

A Profa. Mirelle Pignata afirma que conheceu o POGIL por meio de uma oficina de aperfeiçoamento oferecida pelo CPP da UniFG. “Tive a oportunidade de conhecer o POGIL em uma oficina ministrada pela professora Alanna Cibele e desde então utilizo esta metodologia ativa, pelo menos, em um dos conteúdos ministrados durante o semestre”. A docente afirma que a aula no modelo POGIL coloca os alunos como protagonistas de sua aprendizagem, pois além obterem informações, eles compartilham com os demais colegas o que compreenderam, reforçando o processo de ensino e aprendizagem. “A metodologia não empolga apenas os alunos, como também o professor e esse processo tem início na elaboração do material”.

A Profa. Pignata ressalta, contudo, que o sucesso do POGIL depende também do empenho da turma. “Nem sempre teremos a mesma dedicação em todas as turmas. Tive a experiência em aplicar a metodologia para diferentes semestres e o resultado foi diferente. Mas, ainda assim insisto que esta é uma excelente oportunidade para que os nossos alunos compreendam seu papel na sala de aula”.